Sua Igreja Deveria Parar De Se Reunir Para Combater o COVID-19? Como Três Igrejas em Seatle Decidiram.

Um especialista em saúde global oferece ferramentas para sua congregação se posicionar.

Nota do editor: para casos globais atualizados de COVID-19, siga este mapa da Universidade de Washington ou este mapa da Universidade John Hopkins. É provável que os números de casos sejam mais altos do que os reportados devido à transmissão comunitária ou a casos leves que não foram testados, mas o autor e especialista em saúde global Daniel Chin salienta que esses casos provavelmente ocorrem onde vemos o vírus já se agrupando. Portanto, as áreas sem casos ou com baixo número de casos ainda não estão na mesma categoria de risco que outras, como o estado de Washington ou Nova York. No entanto, presumindo que o número de casos aumentará à medida que a testagem continuar, os locais de menor risco devem planejar uma resposta agora.

Enquanto escrevo esse texto, meu coração está muito pesado. Acabo de passar a segunda manhã de domingo seguida na Quaresma na minha sala de estar com minha esposa, assistindo a uma transmissão ao vivo do culto da minha igreja. A igreja estava vazia porque, na sexta-feira passada, o Departamento de Saúde Pública do Condado de King, no estado de Washington, enviou um aviso às organizações religiosas, recomendando que se suspendessem todas as reuniões com 50 ou mais pessoas. Praticamente todas as igrejas na área de Seattle já suspenderam seus cultos presenciais, juntamente com a maioria das outras atividades da igreja. Como a igreja evangélica que frequento tem mais de 1.500 membros que se dividem entre quatro cultos todos os domingos, transmitimos ao vivo nossos cultos. Enquanto este artigo …

Continue reading

Leave a Reply

Your email address will not be published.